Tags

,

Algumas tradições e superstições do casamento pelo mundo. Muito curioso!

Alemanha – a noiva transporta sal e pão no seu bolso para assegurar recompensa, o noivo transporta grãos de cereais, para dar saúde e sorte.

África do Sul – os pais da noiva e do noivo,  transportam fogo, simbolizando o fogo que passa dos seus corações acendendo um novo fogo no coração dos recém-casados.

China – a cor vermelha. No vestido da noiva, nas decorações, por todo o lado. Simboliza alegria e prosperidade.

Imagem

Dinamarca – as noivas e os noivos tradicionalmente trocam as roupas um com o outro, para confundir os maus espíritos.

Egito – para dar boa sorte, as mulheres egípcias beliscam a noiva no dia do seu casamento.
As alianças de casamento e de compromisso são usadas no quarto dedo, porque outrora no Egito se pensava que uma veia nesse dedo estava diretamente ligada ao coração.
A família da noiva, durante a primeira semana de casados, encarrega-se de cozinhar para os noivos, para que o casal possa desfrutar o início do casamento.

Escócia – uma mulher com leite nos seios prepara a cama nupcial, para favorecer a fertilidade dos recém casados.

França – os franceses muitas vezes fazem brindes num copo especial com duas pegas, especial para os noivos.

Holanda – planta-se um pinheiro fora da casa dos recém-casados, símbolo de fertilidade e de sorte.

Índia – Tudo começa na semana anterior à boda, com alguns rituais ligados à fertilidade, como a decoração das mãos da noiva e suas amigas com belos desenhos de henna. Esse ritual se faz acompanhado por lindas canções nas quais se fala da nova vida de casada que a noiva está começando.

Imagem

Inglaterra – casar quando o ponteiro maior está em rota ascendente,ou  seja nos segundos trinta minutos de cada hora.
Os ingleses acreditam que se a noiva encontrar uma aranha no vestido de casamento, esta trará sorte ao casal.
Na tradição inglesa, a quarta-feira é considerado  o melhor dia da semana para casar.

Itália – o noivo transporta um pequeno objeto de ferro no bolso, para afugentar o mal olhado.

Japão: os números 9 (eternidade), 8 (prosperidade), 6 (fortuna) e 2 (harmonia).
O  casal de noivos bebe 9 goles de sake, tornando-se marido e mulher a partir do primeiro gole.
O  branco foi utilizado para as noivas, muito antes da Rainha Victoria o ter popularizado no mundo ocidental.

México – a noiva não usa  pérolas, porque simbolizam as lágrimas que chorará durante a sua vida de casada.

Marrocos – as mulheres marroquinas tomam um banho de leite para se purificarem antes da cerimônia do casamento.

Turquia – antes da  noiva  sair da igreja, pede às suas amigas solteiras para escreverem os seus nomes na sola dos seus sapatos. Depois da noite de dança, a tradição dita que a assinatura da pessoa que estiver mais gasta será a próxima pessoa a casar.

Oriente Médio – as noivas pintam motivos henna nas  suas mãos e pés para as proteger do mau olhado.

Rússia – partir os copos com que se brinda o enlace.

Roma – A tradição do bolo de casamento remonta à antiga Roma, onde na cerimônia de casamento se partia um pedaço de pão sobre a cabeça da noiva para o bem da fertilidade.

Suécia – uma noiva sueca costuma colocar uma moeda de prata oferecida pelo seu pai e uma moeda de ouro oferecida pela sua mãe, em cada sapato, assegurando que ela nunca passará sem eles.

 Fonte: Casamento & Cia – http://www.casamentoecia.com.br/

Anúncios